Gasto no exterior triplica na gestão de Sérgio Cabral

Despesas internacionais do governador do Rio e de secretrios atingiu R$ 20 milhes desde sua posse em 2007. Assessoria alega misses oficiais, como Rio+20 e Olimpadas

Gasto no exterior triplica na gestão de Sérgio Cabral
Gasto no exterior triplica na gestão de Sérgio Cabral (Foto: Shana Reis/Divulgação)

247 – Desde a posse de Sérgio Cabral, em 2007, o governo do Rio gastou mais de R$ 20 milhões em diárias no exterior, segundo dados da Secretaria Estadual de Fazenda – quase três vezes mais do que na gestão da antecessora, Rosinha Garotinho. O recorde foi batido em 2011, quando R$ 5,6 milhões foram usados para custear viagens oficiais internacionais de funcionários do governo. As informações foram divulgadas pela Folha.

Entre as viagens custeadas pelo Estado está a missão a Paris em setembro de 2009, na qual secretários e Cabral foram fotografados em situações festivas como Fernando Cavendish, dono da Delta – investigada por envolvimento com Carlinhos Cachoeira e contratada para obras de mais de R$ 1bilhão no Estado.

Por meio da assessoria de imprensa, o governo que as missões oficiais servem para "atração de negócios, eventos e turismo" e citou como exemplos a Rio +20 e a Olimpíada.

Segundo a Folha, Cabral recebeu diretamente do governo R$ 148 mil em diárias desde 2007, quando assumiu o governo. Já os secretários Régis Fichtner (Casa Civil) recebeu R$ 72 mil; Sérgio Cortês (Saúde) e Julio Lopes (Transportes) ganharam, respectivamente, R$ 41 mil e R$ 65 mil e Wilson Carlos (Governo) obteve apenas R$ 3 mil.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247