General Villas Bôas permanece internado e será submetido a cirurgia

O general Eduardo Villas Bôas, atual assessor do GSI, foi levado ao Centro Cirúrgico nesta quinta (10) para ser submetido a uma traqueostomia. Internação já dura sete dias

Sessão Especial em homenagem ao general Eduardo Villas Bôas, ex-comandante do Exército e atual assessor do GSI do Palácio do Planalto
Sessão Especial em homenagem ao general Eduardo Villas Bôas, ex-comandante do Exército e atual assessor do GSI do Palácio do Planalto (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agênci)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247-  O General Eduardo Villas Bôas, atual assessor do GSI (Gabinete de Segurança Institucional) do Palácio do Planalto, foi levado ao Centro Cirúrgico nesta quinta (10) para ser submetido a uma traqueostomia-  exame para avaliar a capacidade dos pulmões.

Na quarta-feira, em nota, o GSI afirmou que o estado de saúde dele era estável e que "estão sendo avaliados novos procedimentos médicos para facilitar a função respiratória pela evolução natural da doença". 

Visitas no local estão restritas.

Internação

Villas Bôas foi internado no Hospital das Forças Armadas (HFA) há sete dias. Inicialmente, o GSI afirmou que havia previsão de alta era para a última sexta-feira (4), o que não ocorreu.

No domingo (6), o general foi transferido do HFA para a UTI do Hospital Sírio Libanês, para novos exames, como informou o portal G1. 

Villas Bôas é portador de ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica)  uma doença neuromotora degenerativa.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247