Gilmar diz que suspeição de Moro está sendo discutida apenas no caso do Guarujá, e não de Atibaia

“Acho que há muita lenda urbana e possíveis confabulações e teorias conspiratórias. Nunca ouvi ninguém sério no STF preocupado com essa questão de Lula voltar a ser elegível”, disse o ministro do Supremo Tribunal Federal, em entrevista ao portal Jota

Gilmar Mendes e o ex-presidente Lula
Gilmar Mendes e o ex-presidente Lula (Foto: ABr | Felipe L. Gonçalves/Brasil247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, que deve colocar em pauta a suspeição do ex-juiz Sérgio Moro logo após o Carnaval, em razão de todas as provas já obtidas de sua parcialidade, não garante que este julgamento devolverá ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que foi preso político durante 580 dias, a sua cidadania política.

Em entrevista ao portal Jota, ele disse a suspeição de Moro está sendo discutida apenas no caso do Guarujá, e não de Atibaia. “O que estamos discutindo [no STF] é apenas o HC no caso específico do tríplex. Certamente essa decisão pode ter reflexos sobre outros casos. Agora, há muitas questões que estão aí envolvidas”, afirmou o ministro. “Acho que há muita lenda urbana e possíveis confabulações e teorias conspiratórias. Nunca ouvi ninguém sério no STF preocupado com essa questão [de Lula voltar a ser elegível]. O que todos manifestam é a preocupação de julgar bem esse caso. O que precisamos é dar ao ex-presidente um julgamento digno e justo”, continuou.

“Nesse caso vamos discutir apenas a condenação do tríplex e, se essa condenação cair, ela afasta a inelegibilidade nesse caso. Em outros, terá que haver uma nova discussão e um novo exame. De modo que essa inelegibilidade do Lula passa por esse debate”, pontuou.

Inscreva-se na TV 247 e saiba mais:


O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email