Gilmar Mendes defende autocrítica da mídia por apoio irrestrito à Lava Jato

"Tivemos quase que uma adesão da imprensa, uma boa parte da imprensa, significativamente, a esse grupo [Lava Jato], em um jogo de cooperação muito estranho", afirmou o ministro do STF Gilmar Mendes

(Foto: ABr | Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro do STF Gilmar Mendes, em live do Grupo Prerrogativas deste sábado (11), defendeu que a mídia faça uma autocrítica pelo apoio irrestrito dado à Lava Jato. Ele também ressaltou que a revisão que é feita hoje na força-tarefa de Curitiba só é possível graças a um ambiente de imprensa livre.

"Nós só estamos hoje fazendo essa revisão porque tivemos um ambiente de imprensa livre. Mas em algum momento, vamos também reconhecer, nós tivemos quase que uma adesão da imprensa, uma boa parte da imprensa, significativamente, a esse grupo, em um jogo de cooperação muito estranho: vazamentos, que davam as manchetes, e retroalimentava esse sistema. Nós precisamos fazer essa autocrítica", disse Gilmar Mendes.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email