Gleisi deve entrar no governo e pode ser ministra da Justiça ou de outra pasta no primeiro escalão

Presidente do PT deve discutir com o presidente seu espaço na reforma ministerial

(Foto: ABR | Ricardo Stuckert)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – Uma ala do Partido dos Trabalhadores (PT) especula que a presidente do partido, Gleisi Hoffmann, pode ser indicada para um cargo ministerial pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, líder do PT. Essa possibilidade tem gerado discussões internas sobre quem poderia sucedê-la na liderança do partido. Conforme relatos de aliados próximos a Lula, existe a intenção de nomear uma mulher para o Ministério da Justiça, e Gleisi, sendo uma figura de confiança, surge como uma candidata forte, segundo reportagem da Folha. Embora ainda não esteja confirmado que ela assumirá este ministério, há a crença de que ela poderá ser designada para alguma pasta importante. Outras possibilidades incluem a substituição de Márcio Macêdo na Secretaria-Geral, de Rui Costa na Casa Civil ou de Wellington Dias no Ministério do Desenvolvimento Social. A decisão final depende de Lula, e uma reforma ministerial é esperada para o início do próximo ano.

Um desafio significativo para a indicação de Gleisi como ministra é a escolha de um sucessor adequado para liderar o PT, especialmente em um ano eleitoral. A liderança eficaz do partido é vista como crucial para seu sucesso nas eleições. Além disso, há preocupações de que Gleisi possa enfrentar desgaste político, especialmente se assumir o cargo de Ministra da Justiça, uma posição delicada dadas as responsabilidades sobre a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal. Enquanto alguns acreditam que a presidência do PT oferece mais visibilidade do que certos ministérios, outros veem a sua inclusão no governo como um reforço aos críticos da política econômica do Ministro da Fazenda, Fernando Haddad.

continua após o anúncio

Na ausência de um sucessor claro, vários nomes surgiram como potenciais candidatos à presidência do PT, incluindo José Guimarães, Rui Falcão, Humberto Costa e Edinho Silva. Enquanto isso, outros candidatos também são considerados para o Ministério da Justiça, como o ministro Jorge Messias da AGU e o advogado Marco Aurélio de Carvalho, coordenador do grupo Prerrogativas.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247