Governo Bolsonaro tem 72 horas para explicar exoneração de Valeixo

Decisão é do juiz federal Francisco Alexandre Ribeiro, de Brasília. Maurício Valeixo era diretor-geral da Polícia Federal até a última sexta-feira (24). O cargo agora é ocupado por Alexandre Ramagem

(Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O juiz federal Francisco Alexandre Ribeiro, de Brasília, deu 72 horas para que o governo Jair Bolsonaro apresente explicações sobre a exoneração do ex-diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo.

O magistrado é relator de três ações populares que buscam impedir a nomeação de Alexandre Ramagem por desvio de finalidade. A decisão foi tomada em ação movida pelo deputado federal Aliel Machado (PSB-PR).

Valeixo foi exonerado na última sexta-feira (24). Sua demissão provocou também a saída do ex-ministro da Justiça Sergio Moro, por quem ele foi indicado ao cargo.

O novo diretor-geral da PF é Alexandre Ramagem, que ocupava até então a direção-geral da Abin (Agência Brasileira de Inteligência).

A nomeação de Ramagem, que é amigo dos filhos de Bolsonaro, tem sido questionada na Justiça em diversas ações, como do PSOL e do PDT. Há ações nas mãos dos ministros Alexandre de Moraes e Marco Aurélio Mello no STF.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247