Governo do Pará tem desaprovação de 56,2%

É que aponta um levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas; o governador Simão Jatene (PSDB) tem 40,7% de aprovação; o maior grau de insatisfação da gestão tucana está na saúde pública, com 83,1%; o de maior aprovação está na infraestrutura, com 32,7%

É que aponta um levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas; o governador Simão Jatene (PSDB) tem 40,7% de aprovação; o maior grau de insatisfação da gestão tucana está na saúde pública, com 83,1%; o de maior aprovação está na infraestrutura, com 32,7%
É que aponta um levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas; o governador Simão Jatene (PSDB) tem 40,7% de aprovação; o maior grau de insatisfação da gestão tucana está na saúde pública, com 83,1%; o de maior aprovação está na infraestrutura, com 32,7% (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 -  Um levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas aponta que o governador do Pará, Simão Jatene (PSDB), tem desaprovação de 56,2%, contra 40,7% de aprovação. Não sabem ou não opinaram soma 3,1%.

O maior grau de insatisfação da gestão tucana está na saúde pública, com 83,1% de desaprovação; 15,8% aprovam, e 1,1% não sabe/não opinou.

O maior percentual de aprovação está na infraestrutura, com 32,7%; ao todo, 64,8% dos eleitores reprovam a administração do tucano na área, e 2,5% não sabem ou não opinaram.

Na educação o percentual de reprovação é de 69,9%. Segundo a pesquisa, 27,7% dos entrevistados aprovam a gestão na área, e 2,4% não souberam ou não opinaram.

Na segurança pública, 78,5% dos eleitores desaprovam a gestão na área, contra 20,2% que aprovam; 1,3% não soube ou não opinou.

Forma entrevistados e 1.285 eleitores, em 58 municípios, durante os dias 13 a 17 de novembro de 2015. Tal amostra atinge um grau de confiança de 95,0%. A Paraná Pesquisas encontra-se registrada no Conselho Regional de Estatística da 3ª e 6ª Região sob o nº 3122/15 e é filiada à Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa - ABEP desde 2003. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email