Governo impede vinda da ONU ao Brasil para verificar “medidas de austeridade”

O governo de Michel Temer impediu a vinda do relator da Organização das Nações Unidos (ONU) para a dívida, Juan Pablo Bohoslavsky, que faria um exame do impacto das medidas de austeridade implementadas pelo governo nas áreas sociais, de educação e saúde; ele que ocorreria entre os dias 18 e 30 de março; nenhuma nova data foi apresentada pelo governo para que a nova visita possa ocorrer

O governo de Michel Temer impediu a vinda do relator da Organização das Nações Unidos (ONU) para a dívida, Juan Pablo Bohoslavsky, que faria um exame do impacto das medidas de austeridade implementadas pelo governo nas áreas sociais, de educação e saúde; ele que ocorreria entre os dias 18 e 30 de março; nenhuma nova data foi apresentada pelo governo para que a nova visita possa ocorrer
O governo de Michel Temer impediu a vinda do relator da Organização das Nações Unidos (ONU) para a dívida, Juan Pablo Bohoslavsky, que faria um exame do impacto das medidas de austeridade implementadas pelo governo nas áreas sociais, de educação e saúde; ele que ocorreria entre os dias 18 e 30 de março; nenhuma nova data foi apresentada pelo governo para que a nova visita possa ocorrer (Foto: Aquiles Lins)

247 - O governo de Michel Temer impediu a vinda do relator da Organização das Nações Unidos (ONU) para a dívida, Juan Pablo Bohoslavsky, que faria um exame do impacto das medidas de austeridade implementadas pelo governo nas áreas sociais, de educação e saúde.

Ele que ocorreria entre os dias 18 e 30 de março. Segundo o jornalista Jamil Chade, do Estado de S. Paulo, nenhuma nova data foi apresentada pelo governo para que a nova visita possa ocorrer. A viagem teria lugar em meio ao debate da reforma da Previdência e em um momento de debate político sobre eventuais candidaturas para as eleições no segundo semestre.

Para a entidade Conectas, a suspensão da viagem é uma notícia ruim. "Sua visita seria uma oportunidade para que pudéssemos ter mais informações sobre os impactos da Emenda Constitucional 95", disse Jefferson Nascimento, representante da organização não governamental (ONG).

Leia a reportagem na íntegra.

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247