Guedes coloca ex-sócio no ramo de mineração em conselhos remunerados do governo

Ministro da Economia, Paulo Guedes, encaixou o ex-sócio Eudes de Gouveia Varela, que atua no ramo da mineração, em três vagas diferentes para “conselhos de administração” de instituições estatais desde o começo do atual governo.O sócio do ministro de Bolsonaro é citado em colaboração internacional feita pelo Ministério Público da Suíça com a Lava Jato

O ministro da Economia, Paulo Guedes.
O ministro da Economia, Paulo Guedes. (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Revista Fórum - Paulo Gudes, ministro da Economia de Jair Bolsonaro, não esquece dos amigos. Ele encaixou um ex-sócio Paulo Guedes no ramo da mineração em três vagas diferentes para “conselhos de administração” de instituições estatais desde o começo do atual governo. E mais: todos são cargos remunerados, de acordo com reportagem de Lúcio de Castro, do Sportlight.

Eudes de Gouveia Varela ocupa a vaga de “representante indicado pelo Ministério da Economia” nos conselhos do Banco do Nordeste do Brasil e da Embrapa. Na Conab, a indicação consta como do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Engenheiro, ele costuma se apresentar como “consultor de gerenciamento” em seu currículo. E é justamente como sócio-administrador que ele aparece no “Centro de Estudos Pesquisas Minerais Capitão Felizardo Ltda”, onde foi sócio de Guedes.

O sócio do ministro e Bolsonaro é citado em colaboração internacional feita pelo Ministério Público da Suíça com a Lava Jato.

Leia a íntegra na Revista Fórum

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247