Hildegard Angel pede a Lula que redobre a segurança após fake news criminosa de Leda Nagle

Jornalista avalia que mentira sobre suposto plano para matar Jair Bolsonaro sinaliza que as milícias são capazes de tudo para permanecer no poder

(Foto: Stuckert)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A jornalista Hildegard Angel, uma das mais experientes do Brasil, publicou vários alertas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, depois que o bolsonarismo, por meio de Leda Nagle, espalhou a mentira criminosa de que Lula e ministros do Supremo Tribunal Federal teriam arquitetado um plano para assassinar Jair Bolsonaro, que seria derrotado por Lula nas urnas, se as eleições fossem hoje.

"Leda Nagle, você deve estar vivendo numa realidade paralela. Querida, o projeto da violência, das torturas, das mortes, das armas, da eliminação sumária dos opositores não é o de Lula. É o de Bolsonaro e de seus seguidores. Será que você não leu ao contrário? Confere aí", postou Hildegard Angel.

"Posso adiantar que o PT está atento quanto à possibilidade de um atentado contra Lula, mas também está preocupado. Não nos iludamos, estamos lidando com o que há de pior na política brasileira, a política facinorosa", escreveu ainda a jornalista. "Que seja providenciado um 'Lulamovel', a prova de bala de fuzil e, se possível, de granada. O Brasil vive a fase da barbárie."

"Esse lance da Leda Nagle nos alertou sobre o que se passa nas cabeças do gabinete do ódio. Que segurança de Lula redobre cuidados, pois não estranharei se, na iminência da derrota, o bolsonarismo tente eliminá-lo. E não será com facada fake, mas a tiro de sniper, como foi com Kennedy", finalizou a jornalista.

Ontem, o Supremo Tribunal Federal também divulgou nota sobre a mentira espalhada por Leda Nagle. Leia abaixo:

Circula pelas redes sociais um post atribuído ao novo diretor-geral da Polícia Federal que aponta um mentiroso plano envolvendo ministros do STF. Trata-se de perfil não verificado e, segundo a PF, falso.

O STF reitera o alerta para a importância da checagem de informações suspeitas, como forma de evitar a propagação de fake news com o nome de autoridades e membros da Suprema Corte.

Antes de compartilhar informações, verifique se a fonte é segura.

Para conscientizar a sociedade sobre o tema, o Supremo Tribunal Federal (STF) lançou a série “#VerdadesdoSTF”.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email