Ibope: se eleições fossem hoje, Marina venceria

Saem os números oficiais do Ibope na corrida presidencial: a presidente Dilma Rousseff, do PT, tem 34%, contra 29% de Marina Silva, do PSB, e 19% de Aécio Neves, do PSDB; no segundo turno, no entanto, a candidata do PSB seria eleita com 45%, contra 36% da petista; entre Dilma e Aécio, a presidente venceria por 41% a 35%; reviravolta deve esquentar o debate entre os candidatos, que ocorre nesta noite; foram entrevistados 2.506 eleitores entre 23 e 25 de agosto

Ibope: se eleições fossem hoje, Marina venceria
Ibope: se eleições fossem hoje, Marina venceria (Foto: ERNESTO RODRIGUES)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Acabam de sair os números oficiais do Ibope. A presidente Dilma Rousseff (PT) segue na liderança, com 34% das intenções de voto, seguida pela candidata do PSB, Marina Silva, com 29%, enquanto o senador Aécio Neves, do PSDB, aparece com 19%. 

No entanto, no segundo turno, Marina seria eleita, com 45% dos votos, contra 36% de Dilma. Numa simulação entre Dilma e Aécio, a presidente venceria por 41% a 35%.

Foram entrevistados 2.506 eleitores, entre 23 e 25 de agosto.

Leia, abaixo, reportagem da Reuters:

Marina supera Aécio em 10 pontos no 1º turno e venceria Dilma no 2º turno, diz Ibope 

SÃO PAULO (Reuters) - A primeira pesquisa Ibope com Marina Silva oficialmente na corrida presidencial mostrou a candidata do PSB com 29 por cento das intenções de voto, 10 pontos percentuais à frente de Aécio Neves (PSB), que tem 19 por cento, e próxima da líder Dilma Rousseff (PT), com 34 por cento.

A sondagem, divulgada nesta terça-feira no site do jornal O Estado de S.Paulo, mostra Marina ainda com mais força do que em pesquisa Datafolha da semana passada, quando ela tinha 21 por cento, em empate técnico com Aécio, com 20 por cento, mas bem atrás de Dilma, que tinha 36 por cento.

Em simulação de segundo turno da pesquisa Ibope, Marina venceria Dilma por 45 a 36 por cento. Se o confronto fosse entre a presidente e o tucano, Dilma venceria por 41 a 35 por cento.

A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

(Por Alexandre Caverni)

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247