Ivan Valente explica o pedido de impeachment de Temer

Em coletiva à imprensa, o deputado Ivan Valente (PSOL-SP) detalhou as razões apresentadas no pedido de impeachment protocolado pelo partido nesta segunda-feira 28; segundo ele, Temer "foi condescendente" com a ação de Geddel Vieira Lima, que pressionou o ex-ministro Marcelo Calero visando benefícios particulares; ele acusa Temer de prevaricar, por saber que Geddel praticava tráfico de influência e advocacia administrativa; "Em vez de demitir Geddel Vieira Lima, ele passa a atuar na mesma direção"

 Ivan Valente
 Ivan Valente (Foto: Gisele Federicce)

247 - Em coletiva à imprensa, o deputado Ivan Valente (PSOL-SP) detalhou as razões apresentadas no pedido de impeachment contra Michel Temer protocolado pelo partido nesta segunda-feira 28 após o escândalo que culminou na demissão de Geddel Vieira Lima.

Segundo Ivan Valente, Temer "foi condescendente" com a ação de Geddel, acusado de pressionar o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero para atuar em favor da liberação de uma obra embargada em Salvador, onde tem um imóvel de R$ 2,4 milhões.

Confira o vídeo da coletiva, divulgado pelo jornalista George Marques:

O deputado acusa Temer de prevaricar, por saber que Geddel praticava tráfico de influência e advocacia administrativa e não demiti-lo. "Em vez de demitir Geddel Vieira Lima, ele passa a atuar na mesma direção", destaca Valente.

Além de dizer que denunciou o caso a Temer, Calero também acusou o presidente de tentar 'enquadrá-lo' em favor de Geddel. Temer teria dito que a política "tem dessas coisas", segundo Calero.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247