HOME > Poder

Janot nega delação do senador Delcídio

Procurador-geral da República, Rodrigo Janot, negou nesta quinta-feira 3 que o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) tenha feito acordo de delação premiada; "Não sei nem se ele fez delação... Ele vai fazer?", ironizou; Janot afirmou aos jornalistas que não discute "ato jornalístico, que não é jurídico"; vale lembrar que se tivesse havido delação, ela teria sido feita à Procuradoria Geral da República, uma vez que Delcídio é parlamentar e tem foro privilegiado; Janot confirmou esse fato: segundo ele, caberá à PGR, caso haja delação, tomar o depoimento de Delcídio ou de outro parlamentar que venha a fechar acordo de colaboração na Lava Jato; Janot falou após participar da solenidade de posse do ministro da Justiça, Wellington César Lima e Silva, no Palácio do Planalto      

Procurador-geral da República, Rodrigo Janot, negou nesta quinta-feira 3 que o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) tenha feito acordo de delação premiada; "Não sei nem se ele fez delação... Ele vai fazer?", ironizou; Janot afirmou aos jornalistas que não discute "ato jornalístico, que não é jurídico"; vale lembrar que se tivesse havido delação, ela teria sido feita à Procuradoria Geral da República, uma vez que Delcídio é parlamentar e tem foro privilegiado; Janot confirmou esse fato: segundo ele, caberá à PGR, caso haja delação, tomar o depoimento de Delcídio ou de outro parlamentar que venha a fechar acordo de colaboração na Lava Jato; Janot falou após participar da solenidade de posse do ministro da Justiça, Wellington César Lima e Silva, no Palácio do Planalto       (Foto: Gisele Federicce)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, negou nesta quinta-feira, 3, que o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) tenha firmado acordo de delação premiada.

"Não sei nem se ele fez delação... Ele vai fazer?", ironizou Janot ao ser questionado.

Janot disse que não discute "ato jornalístico, que não é jurídico" e enfatizou que que caberá à Procuradoria-Geral da República tomar o depoimento de Delcídio do Amaral, que foro privilegiado.

Janot deu as declarações ao participar da solenidade de posse do novo ministro da Justiça, Wellington César Lima e Silva.

O 247 já havia adiantado que a assessoria de Delcídio do Amaral negou que o senador tenha firmado delação premiada. O senador petista deverá se manifestar oficialmente, por meio de nota, ainda nesta quinta-feira. (leia mais).

 

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: