Jatinhos: fetiche de Cabral

Governador do Rio de Janeiro aumentou em 131% os gastos com aluguel de jatos executivos

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, gosta de andar de jatinho. E não apenas nos que o empresário Eike Batista lhe empresta. Prova disso é o aumento de 131% nos gastos com aluguel de jatos executivos no governo do estado em relação à gestão anterior, de Rosinha Garotinho. Entre 16 de julho de 2007 e 15 de julho deste ano, o governo local repassou R$ 10,25 milhões para a Líder Táxi Aéreo, contratada por meio de licitação pelo governo. No governo anterior, o gasto com a mesma empresa não passou de R$ 4,43 milhões.

Segundo matéria publicada pelo jornal O Estado de S.Paulo, a Líder Táxi Aéreo foi contratada por R$ 2,31 milhões e recebeu outros R$ 7,93 milhões em três aditivos. Durante o governo de Rosinha, o contrato inicial era de R$ 606,3 mil, aos quais foram acrescidos seis aditivos num total de R$ 3,82 milhões. O governo justificou o aumento dos valores pelo crescimento no número de contatos entre o estado e o Governo Federal, que aumentou “a frequência e o volume dos deslocamentos a Brasília, São Paulo, Minas Gerais, dentre outros Estados”.

Não bastassem os passeios de jatinho, o governo carioca também se prepara para comprar seu sexto helicóptero. Pudera; segundo o edital de concorrência para a compra da aeronave, “as difíceis condições de tráfego tendem ao agravamento das dificuldades por vias terrestres, sendo muitas vezes impossível de se prever o tempo dispensado para um determinado trajeto”. A nova aeronave, que deve custar no máximo R$ 18,2 milhões, será usada para os deslocamentos de Cabral e do vice-governador Luiz Fernando Pezão.

As aeronaves da Líder e os helicópteros do governo pode ser utilizados pelo governador, seus secretários de Estado e principais assessores. “Transporte aéreo só deve ser utilizado em caso de emergência. Se não, deveria ser usado voo de carreira”, disse ao Estado de S.Paulo o deputado estadual Luiz Paulo Corrêa da Rocha (PSDB), autor do levantamento dos gastos.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email