Jorge Viana: “Sinto o governo muito travado”

Senador do PT, que já havia feito várias críticas ao seu próprio partido em entrevista ao O Globo, diz agora à Carta Capital que os ministros do governo precisam falar mais; "Dilma se soltou um pouco este ano, mas os ministros não. Nem parece que a gente tem 40 ministros, algo que tanto criticam", diz

Jorge Viana: “Sinto o governo muito travado”
Jorge Viana: “Sinto o governo muito travado”

247 – Depois de criticar o PT e apontar falhas no governo da presidente Dilma Rousseff numa entrevista ao jornal O Globo, neste fim de semana, o senador Jorge Viana (PT-AC) voltou a atacar seus correligionários, desta vez à Carta Capital. O parlamentar diz ter algumas críticas à gestão atual, "apesar de entender as dificuldades" – uma delas seria o fato de suceder Lula, "um dos maiores líderes do mundo".

"Mas eu sinto o governo muito travado. Os ministros têm de falar mais. Dilma se soltou um pouco este ano, mas os ministros não. Nem parece que a gente tem 40 ministros, algo que tanto criticam. Quero ver mais esses ministros", atacou o petista. "Fui prefeito e governador, sei que é necessário descentralizar as decisões, que os aliados precisam se sentir mais interlocutores com a sociedade", prosseguiu Viana.

Segundo ele, a candidatura do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, tem de ser vista como "natural", pois a base do governo é "muito ampla". O senador acredita que depois de muito tempo no poder, os problemas do governo acabam menos da oposição do que da base, citando o fato de que a ex-senador Marina Silva e Campos saíram das "costelas" do partido.

Apesar disso, defende: "A candidatura de Eduardo Campos é legítima, é fiel ao partido dele". Sobre o fato de os socialistas entregarem os cargos que têm no Planalto, ele diz não ser possível "marcar dia e hora para o PSB sair do governo".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247