Jurista garante que Lula poderá registrar candidatura

O PT está confiante de que Luiz Inácio Lula da Silva poderá registrar sua candidatura à Presidência em 2018, mesmo se for condenado em segunda instância; um parecer do professor Luiz Fernando Casagrande Pereira, do Paraná, assegurou que o petista poderá se inscrever no pleito; "Não tem mais plano B [candidatura alternativa à do ex-presidente no PT]. Discutíamos isso, mas sem nenhum ânimo. Agora estamos convencidos de que é Lula mesmo", diz o senador Lindbergh Farias (PT-RJ)

01/09/2017- Lula visita o Parque de geração de energia eólica de Marcolândia, no Piauí. Foto: Ricardo Stuckert
01/09/2017- Lula visita o Parque de geração de energia eólica de Marcolândia, no Piauí. Foto: Ricardo Stuckert (Foto: Giuliana Miranda)

247 - Um parecer do professor Luiz Fernando Casagrande Pereira, do Paraná, deu ao PT a segurança de que Lula, mesmo condenado em segunda instância, poderá ser inscrito no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) em agosto de 2018 para as eleições. Eventual impugnação demoraria um mês para ser julgada, garantindo a presença dele na campanha até setembro.

"Não tem mais plano B [candidatura alternativa à do ex-presidente no PT]. Discutíamos isso, mas sem nenhum ânimo. Agora estamos convencidos de que é Lula mesmo", diz o senador Lindbergh Farias (PT-RJ). Ele afirma acreditar que Lula consegue ir até o fim da campanha.

 As informações são da coluna de Mônica Bergamo na Folha de S.Paulo.

Confira vídeo do advogado Cristiano Martins sobre a situação de Lula:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247