Kennedy: Maia critica PMDB mas trabalha para tirar Doria do PSDB

Jornalista Kennedy Alencar criticou nesta sexta-feira, 22, a incoerência do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM); "Maia se queixa das investidas do PMDB sobre possíveis futuros filiados ao DEM, mas teve um encontro ontem em São Paulo cujo pano de fundo é a eventual saída de Doria do ninho tucano. A política como ela é", escreveu Kennedy

Jornalista Kennedy Alencar criticou nesta sexta-feira, 22, a incoerência do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM); "Maia se queixa das investidas do PMDB sobre possíveis futuros filiados ao DEM, mas teve um encontro ontem em São Paulo cujo pano de fundo é a eventual saída de Doria do ninho tucano. A política como ela é", escreveu Kennedy
Jornalista Kennedy Alencar criticou nesta sexta-feira, 22, a incoerência do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM); "Maia se queixa das investidas do PMDB sobre possíveis futuros filiados ao DEM, mas teve um encontro ontem em São Paulo cujo pano de fundo é a eventual saída de Doria do ninho tucano. A política como ela é", escreveu Kennedy (Foto: Charles Nisz)

247 - O jornalista Kennedy Alencar, da rádio CBN,  diz em sua coluna que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, critica o PMDB, mas nos bastidores trabalha para tirar o prefeito de São Paulo, João Doria, do PSDB.

"Maia se queixa das investidas do PMDB sobre possíveis futuros filiados ao DEM, mas teve um encontro ontem em São Paulo cujo pano de fundo é a eventual saída de Doria do ninho tucano. A política como ela é", escreveu Kennedy.

Em jantar na casa de Doria nesta quinta-feira, Maia declarou que "Doria seria a melhor opção na hipótese de o PSDB escolhê-lo. Afirmou que o DEM lhe daria apoio. A preferência por Doria existe porque o prefeito pode se filiar ao DEM, estando na cédula pelo partido de Maia em 2018", continua o colunista da CBN.

Doria quer que o PSDB escolha seu candidato apenas em abril de 2018. Já Alckmin, quer essa escolha em dezembro de 2017. "Alckmin e Doria estão determinados a disputar o Palácio do Planalto no ano que vem. No PSDB, só há espaço para um", afirma.

Leia na íntegra a análise no Blog do Kennedy

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247