CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Poder

Le Monde destaca divergências entre Macron e Lula após visita de três dias do presidente francês

Jornal francês destaca que Macron não conseguiu mudar a posição brasileira em temas como Ucrânia e Gaza

Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao lado do Presidente da República Francesa, Emmanuel Macron (Foto: Ricardo Stuckert / PR)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – Durante uma visita oficial de três dias ao Brasil, o presidente francês, Emmanuel Macron, expressou seu desejo de fortalecer os laços entre França e Brasil. Os momentos formais da visita incluíram um almoço no ministério das relações exteriores e a troca de honrarias entre Macron e o presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva. No entanto, por trás das cortesias e sorrisos, questões complexas emergiram, destacando as diferenças entre os líderes, segundo destacou o jornal francês Le Monde, em sua cobertura sobre a visita.

Em particular, temas delicados como a crise na Ucrânia e o conflito em Gaza revelaram divergências entre Macron e Lula. Enquanto Macron não excluiu a possibilidade de enviar tropas à Ucrânia em resposta aos ataques russos, Lula enfatizou a importância da negociação como meio de buscar a paz. Essas posições distintas evidenciaram os desafios enfrentados no diálogo entre os dois países.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Além disso, a discussão sobre a possível participação do presidente russo em eventos futuros, como o G20 em novembro, ressaltou as diferenças de abordagem entre os líderes. Macron enfatizou a necessidade de consenso antes de confirmar a presença de Vladimir Putin, enquanto Lula expressou a importância de manter o diálogo com a Rússia.

A visita de Macron ao Brasil sublinhou a complexidade das relações internacionais e os desafios inerentes ao diálogo entre países com perspectivas e interesses diversos. Apesar dos esforços para fortalecer os laços bilaterais, a divergência em questões geopolíticas cruciais ilustra as limitações do diálogo entre a França e um país fundamental no Sul global, segundo destacou o jornal francês.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO