Lewandowski intima juiz que negou acesso a mensagens de celular à defesa de Lula

A defesa do ex-presidente não havia conseguido acesso aos documentos com as mensagens, o que levou o ministro a intervir

(Foto: ADRIANO MACHADO/REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, determinou na última quinta-feira (31) a intimação do juiz que responde pelo plantão judiciário da 10ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal, Waldemar Cláudio de Carvalho, pelo descumprimento de uma decisão que liberava o acesso à defesa do ex-presidente Lula a documentos contendo mensagens de celular.

O ministro havia, na última segunda-feira (28), deferido o pedido de acesso formulado pela defesa do ex-presidente. A demora do juiz, no entanto, levou a defesa a recorrer. 

As informações foram reportadas na coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo.

Em caso de mais um descumprimento, o ministro poderá iniciar o processo de apuração de falha disciplinar.

As mensagens foram apreendidas no âmbito da Operação Spoofing, da Polícia Federal.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email