Lewandowski pode baixar o tom do Ministério da Justiça, caso aceite o convite de Lula

Presidente busca um perfil discreto e formal para o cargo, em contraste com o estilo mais efusivo de seu atual ministro, Flávio Dino

Ricardo Lewandowski e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva
Ricardo Lewandowski e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: ABr | Ricardo Stuckert)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem manifestado a seus aliados a necessidade de imprimir uma mudança de tom no Ministério da Justiça, e para isso, tem considerado o nome do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, como a escolha ideal. De acordo com a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, Lula busca um perfil discreto e formal para o cargo, em contraste com o estilo mais efusivo de seu atual ministro, Flávio Dino.

Lewandowski, ex-ministro do STF, é conhecido por sua postura reservada e por sua capacidade de manter uma relação institucional sólida com as cortes superiores. O presidente acredita que essa mudança no comando da pasta da Justiça é necessária para a próxima fase de seu governo, depois que Dino desempenhou um papel importante, especialmente nos desdobramentos do 8 de Janeiro.

continua após o anúncio

Desde sua saída do Supremo em maio, Lewandowski tem se dedicado ao setor privado, mas fontes informam que ele inicialmente se mostrou hesitante em aceitar sondagens informais para assumir o Ministério da Justiça. No entanto, pessoas próximas ao ex-ministro afirmam que um apelo direto do presidente Lula seria difícil de recusar.

A possível nomeação de Lewandowski para o cargo de ministro da Justiça gera expectativa sobre as mudanças que podem ocorrer na gestão do setor no governo Lula. O atual ministro, Flávio Dino, é conhecido por sua atuação firme e, por vezes, polêmica, o que contrasta com a abordagem mais contida de Lewandowski.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247