Lobista diz que pagou propina ao deputado Luiz Sérgio

O engenheiro Zwi Skornicki, que teve delação premiada homologada pelo STF no âmbito da Lava Jato, afirmou em depoimento aos procuradores que pagou propina ao deputado Luiz Sérgio (PT-RJ), relator da CPI da Petrobras em 2015, para que não fosse convocado a depor na comissão

O engenheiro Zwi Skornicki, que teve delação premiada homologada pelo STF no âmbito da Lava Jato, afirmou em depoimento aos procuradores que pagou propina ao deputado Luiz Sérgio (PT-RJ), relator da CPI da Petrobras em 2015, para que não fosse convocado a depor na comissão
O engenheiro Zwi Skornicki, que teve delação premiada homologada pelo STF no âmbito da Lava Jato, afirmou em depoimento aos procuradores que pagou propina ao deputado Luiz Sérgio (PT-RJ), relator da CPI da Petrobras em 2015, para que não fosse convocado a depor na comissão (Foto: Gisele Federicce)

247 – O engenheiro Zwi Skornicki, que teve delação premiada homologada pelo Supremo Tribunal Federal no âmbito da Lava Jato, afirmou em seu depoimento aos procuradores que pagou propina ao deputado Luiz Sérgio (PT-RJ), relator da CPI da Petrobras em 2015, para que não fosse convocado a depor na comissão.

Na decisão que homologou a delação do deputado, o ministro Teori Zavascki, do STF, colocou trecho da delação que envolvia autoridades com foro privilegiado: “a empresa Keppel pagou parte da propina ajustada com João Vaccari (ex-tesoureiro do PT) em nome do Partido dos Trabalhadores para o deputado Luiz Sérgio Nóbrega de Oliveira. Este mesmo parlamentar teria intercedido para a não convocação do colaborador à CPI da Petrobrás”.

Não foram divulgadas informações sobre a quantia paga. O deputado Luiz Sérgio não é um dos investigados na Lava Jato.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247