Luis Miguel: PSDB caminha para ser o lixeiro com dejetos do bolsonarismo

"Surgido na Assembleia Nacional Constituinte com a ambição de modernizar o Brasil, o PSDB, sob o comando de Dória, caminha para se tornar o lixeiro que recolhe os dejetos do bolsonarismo", afirmou o cientista político Luis Felipe Miguel após a notícia de que o governador de São Paulo, João Doria, tenta trair o ministro Sérgio Moro (Justiça) para uma aliança na eleição presidencial de 2022

(Foto: Reprodução (Youtube))

247 - O cientista político Luis Felipe Miguel criticou o PSDB após a notícia de que o governador de São Paulo, o tucano João Doria, tenta atrair o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, para fazer parte de uma eventual aliança na eleição presidencial de 2022. 

"Surgido na Assembleia Nacional Constituinte com a ambição de modernizar o Brasil, o PSDB, sob o comando de Dória, caminha para se tornar o lixeiro que recolhe os dejetos do bolsonarismo", escreveu o analista no Facebook.

De acordo com o jornalista Igor Gielow, do jornal Folha de S.Paulo, Doria não fez o convite formal a Moro, mas tem enviado recados por meio de interlocutores comuns.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247