Lula: Bolsonaro ainda vai ser criminalizado por genocídio

"O papel do presidente da República era orientar diariamente a população de como se cuidar e dar força aos profissionais de saúde. Eu nunca vi ele fazendo isso", disse o ex-presidente

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-presidente Lula voltou a criticar duramente Jair Bolsonaro por sua condução da crise do coronavírus. Para Lula, Bolsonaro ainda vai ser criminalizado por genocídio por conta de suas atitudes.

"Bolsonaro ainda vai ser criminalizado pelo genocídio que está promovendo. O papel do presidente da República era orientar diariamente a população de como se cuidar e dar força aos profissionais de saúde. Eu nunca vi ele fazendo isso", declarou.

Lula defendeu ainda que "o governo precisa pensar mais no ser humano e menos em quanto dinheiro vai gastar". "Ou colocamos dinheiro, ou não vamos ter como segurar o povo no isolamento. É preciso prolongar o auxílio emergencial até pelo menos o final do ano", afirmou.

O ex-presidente concedeu nesta quinta-feira (25) entrevista ao programa Giro Nordeste, transmitido aos nove estados da região e ao Espírito Santo. Assista:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247