Lula chamará constituinte se for eleito em 2018

"Ninguém mais aguenta essa sujeira. A direita não tem candidato. A política brasileira está apodrecendo. A solução no meu governo vai ser convocar uma Constituinte", disse o ex-presidente Lula após receber a visita de João Pedro Stédile e Rui Falcão, do PT; a proposta também vinha sendo defendida pela presidente Dilma Rousseff, antes do golpe de 2016

Lula chamará constituinte se for eleito em 2018
Lula chamará constituinte se for eleito em 2018 (Foto: REUTERS/Diego Vara)

247 – O ex-presidente Lula pretende convocar uma nova Assembleia Nacional Constituinte, caso consiga disputar e vencer as eleições presidenciais de 2018. O recado foi dado após a visita de João Pedro Stédile, do MST, e Rui Falcão, do PT. O foco dessa constituinte seria a reforma do sistema político brasileiro, que, segundo Lula, apodreceu. Confira abaixo o relato da visita:

Da página lula.com.br – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reafirmou nesta quinta-feira (5) sua intenção de disputar as eleições presidenciais em outubro. "Ele avisou que será candidato até as últimas consequências, custe o que custar", afirmou o coordenador do MST, João Pedro Stédille, após visita a Lula em Curitiba. "Ele disse: diga ao povo brasileiro que sou candidatíssimo e que lutarei para isso", ressaltou Stédille.

Acompanhado do ex-presidente do PT, Rui Falcão, o coordenador do MST anunciou um calendário de mobilizações populares pela libertação e em defesa da candidatura de Lula ao Planalto. Entre as ações, está prevista a coleta de um abaixo-assinado direcionado ao STF e ao STJ pela liberdade do ex-presidente.

Além da petição, o Rio de Janeiro recebe no próximo dia 28 o festival Lula Livre, convocado pelos músicos Chico Buarque e Gilberto Gil. No dia seguinte, caravanas devem deixar a região do semiárido nordestino em direção a Curitiba, onde Lula está preso.

Já no dia 31, onze representantes de movimentos sociais de todo o país iniciam uma greve de fome em frente ao STF para cobrar do Judiciário a reparação dos abusos do processo contra Lula. No dia 15 de agosto, milhares irão às ruas para marcha que terminará com a entrega do registro da candidatura do ex-presidente no TSE.

Constituinte

Durante a visita, Lula anunciou ainda a intenção de promover uma assembleia constituinte caso seja eleito para um terceiro mandato. "Ninguém mais aguenta essa sujeira. A direita não tem candidato. A política brasileira está apodrecendo. A solução no meu governo vai ser convocar uma Constituinte", disse Lula a seus companheiros.

Rui Falcão ressaltou também a preocupação constante do ex-presidente sobre o tema da soberania nacional. "Ele alertou para o fato de que estão entregando nossas riquezas, de que o país está em liquidação", relatou Falcão, ao destacar a ingerência crescente dos Estados Unidos no continente.

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247