Lula condena o golpe de estado contra Evo Morales na Bolívia

"É lamentável que a América Latina tenha uma elite econômica que não saiba conviver com a democracia e com a inclusão social dos mais pobres", diz o ex-presidente

Lula no Sindicato do Metalúrgicos do ABC
Lula no Sindicato do Metalúrgicos do ABC (Foto: Nacho Doce / Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O ex-presidente Lula, que foi libertado na última sexta-feira depois de 580 dias como preso político, lamentou o golpe de estado que provocou a renúncia de Evo Morales, presidente da Bolívia, neste domingo. Confira seu post:

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247