Lula dispensa 40 militares da administração do Alvorada

Após atuação suspeita do Exército em relação ao terrorismo bolsonarista que assolou Brasília, presidente vem demonstrando desconfiança com militares que atuam no governo

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e militares
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e militares (Foto: Ricardo Stuckert | ABR)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O presidente Lula (PT) dispensou 40 militares da Coordenação de Administração do Palácio da Alvorada nesta terça-feira (17), informa a Folha de S. Paulo.

O Palácio está em meio ao processo de adaptação para receber o Chefe do Executivo e sua família. No início do mês, a primeira-dama, Rosângela da Silva, a Janja, denunciou as condições lamentáveis do local, com tapetes, móveis e janelas danificados, entre outros pontos.

continua após o anúncio

Além de ter encontrado o imóvel em condições ruins, Lula também vem demonstrando desconfiança com militares que atuam no governo. Em café da manhã com jornalistas na semana passada, o presidente disse estar convencido de que houve conivência e colaboração de soldados das Forças Armadas para que bolsonaristas golpistas cometessem o atentado terrorista em Brasília no dia 8.

Além disso, Lula afirmou que os militares devem se ater ao rol constitucional de defesa da soberania em vez de reividicar um papel de "poder moderador". Em meio a tal clima de desconfiança, o presidente também decidiu fazer uma drástrica reformulação nos quadros do GSI (Gabinete de Segurança Institucional).

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247