HOME > Poder

Lula indica para o STJ a advogada Daniela Teixeira, apoiada pelo Grupo Prerrogativas

Indicação de Daniela Teixeira foi apoiada também por uma série de deputadas e organizações do direito e reduz pressão para indicação de uma mulher na corte superior

Janja, Lula e Daniela Teixeira (Foto: Divulgação)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva indicou nesta terça-feira (29) a advogada Daniela Teixeira a uma das três vagas abertas no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Ela, que faz parte do Grupo Prerrogativas, era a única mulher entre os sete candidatos que disputam as vagas. Teixeira recebeu o apoio, além do Prerrogativas, de uma série de deputadas e organizações do direito, como a Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD).

Nativa de Brasília, com 51 anos e 27 anos de advocacia combativa, Daniela Teixeira é uma veterana no campo jurídico. Mestre em Direito Penal e pós-graduada em Direito Econômico, ela tem um histórico de luta pelos direitos das mulheres. Teixeira já foi eleita duas vezes como conselheira federal da OAB e participou da elaboração de anteprojetos de leis importantes. Em 2019, foi indicada por unanimidade pelo STF para compor o TSE na categoria de jurista.

A indicação ocorre em um momento em que o presidente Lula é pressionado por setores da esquerda a indicar uma mulher para a vaga da ministra Rosa Weber no Supremo Tribunal Federal (STF), em outubro, enquanto os nomes do advogado-geral da União, Jorge Messias, e do presidente do TCU, Bruno Dantas, são apontados como favoritos.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: