Lula: "Se Jobim disse aquilo, não é correto"

Ex-presidente bate em tecla que 247 usou hoje: "Se ele no falou para ela da Piau e ela ficou sabendo da Piau, a uma situao constrangedora"

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva considerou deselegante a atitude do ministro da Defesa, Nelson Jobim, de criticar colegas de ministério. "Se o Jobim fez aquilo, não é correto", disse. "Não é correto fazer críticas sobre outros ministros, não é elegante." Questionado se isso seria caso de demissão, ele disse não saber.

Lula foi informado de que Jobim e a presidente Dilma Rousseff tiveram uma conversa ontem à noite, da qual os dois saíram satisfeitos. "Se ele não falou para ela da Piauí e ela ficou sabendo da Piauí, realmente cria uma situação constrangedora para ele que não falou e para ela. Foi muito deselegante."

O presidente elogiou a atuação de Jobim e afirmou que ele vem conduzindo o Ministério da Defesa "com muita grandeza" e fazendo um trabalho "excepcional". "Mas até o Pelé, se estiver jogando mal, o técnico tira, pô."

Para Lula, é um "erro histórico" achar que Jobim era indicação sua para o governo de Dilma. "A presidente Dilma se reunia com meus ministros muito mais do que eu", observou. Cada proposta que chegava para sua apreciação, explicou Lula, era discutida antes em dez reuniões com Dilma, então sua ministra da Casa Civil. "Os ministros eram mais amigos dela do que meus amigos." Lula acrescentou ainda que Dilma e Jobim vão conversar. "Dois gaúchos se entendem. Ou não se entendem."

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email