Maia e Lamachia trocam farpas por impeachment de Temer

A demora na apreciação de pedidos de impeachment contra Michel Temer (PMDB) provou atrito entre o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM) e o presidente da OAB, Claudio Lamachia, neste sábado; Lamachia criticou Rodrigo Maia pela demora; "A Câmara dos Deputados não pode continuar agindo com cinismo. O presidente da Câmara deve satisfação à população e, por isso, precisa pautar com urgência a análise dos pedidos [de impeachment]"; "Não me cabe comentar as resoluções do Conselho Federal da OAB. Não sou comentarista de agenda de advogados", rebateu Maia

A demora na apreciação de pedidos de impeachment contra Michel Temer (PMDB) provou atrito entre o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM) e o presidente da OAB, Claudio Lamachia, neste sábado; Lamachia criticou Rodrigo Maia pela demora; "A Câmara dos Deputados não pode continuar agindo com cinismo. O presidente da Câmara deve satisfação à população e, por isso, precisa pautar com urgência a análise dos pedidos [de impeachment]"; "Não me cabe comentar as resoluções do Conselho Federal da OAB. Não sou comentarista de agenda de advogados", rebateu Maia
A demora na apreciação de pedidos de impeachment contra Michel Temer (PMDB) provou atrito entre o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM) e o presidente da OAB, Claudio Lamachia, neste sábado; Lamachia criticou Rodrigo Maia pela demora; "A Câmara dos Deputados não pode continuar agindo com cinismo. O presidente da Câmara deve satisfação à população e, por isso, precisa pautar com urgência a análise dos pedidos [de impeachment]"; "Não me cabe comentar as resoluções do Conselho Federal da OAB. Não sou comentarista de agenda de advogados", rebateu Maia (Foto: José Barbacena)

247 - A demora na apreciação de pedidos de impeachment contra Michel Temer (PMDB) provou atrito entre o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM) e o presidente da OAB, Claudio Lamachia, neste sábado.

Lamachia criticou Rodrigo Maia pela demora. "A Câmara dos Deputados não pode continuar agindo com cinismo. O presidente da Câmara deve satisfação à população e, por isso, precisa pautar com urgência a análise dos pedidos [de impeachment]."

Maia respondeu às críticas em mensagem enviada à Folha de S.Paulo. "Não me cabe comentar as resoluções do Conselho Federal da OAB. Não sou comentarista de agenda de advogados. Como também não creio que caiba ao presidente da OAB comentar ritos e procedimentos do processo legislativo."

Lamachia rebateu afirmando que Maia não conhece a Constituição, algo fundamental para que exerça o cargo que ocupa.

"Uma das incumbências [do cargo] é apreciar o pedido de impeachment, algo que ele tem se recusado a fazer", disse o presidente da OAB. "Não é função do presidente da Câmara atuar como muralha de proteção a aliados políticos investigados."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247