Maia: reforma tributária não avança enquanto governo não tiver como compensar estados

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta segunda-feira que não vê como uma reforma tributária avançar no Congresso enquanto o governo federal não tiver condições financeiras para compensar eventuais perdas dos estados; depois de uma rápida cerimônia de posse de novos deputados, Maia disse também acreditar que a reforma da Previdência, já em tramitação, será aprovada pela Câmara até o final de março e pelo Senado até o final de junho

rodrigo maia
rodrigo maia (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta segunda-feira que não vê como uma reforma tributária avançar no Congresso enquanto o governo federal não tiver condições financeiras para compensar eventuais perdas dos Estados.

Depois de uma rápida cerimônia de posse de novos deputados, Maia disse também acreditar que a reforma da Previdência, já em tramitação, será aprovada pela Câmara até o final de março e pelo Senado até o final de junho.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email