Maiores juristas do mundo alertam o Brasil: decisão da ONU sobre Lula tem que ser cumprida na íntegra

Os maiores juristas internacionais acabam de enviar uma carta ao Supremo Tribunal Federal, à presidência da República, ao Tribunal Superior Eleitoral, ao Itamaraty e ao Ministério da Justiça com um importante alerta: a decisão do Brasil de ignorar o Comitê de Direitos Humanos da ONU apenas reforça as certezas de que o ex-presidente Lula vem tendo seus direitos violados e de que a eleição presidencial sem a sua participação é uma gigantesca fraude; assinam o documento professores como William Bourdon, Luigi Ferrajoli, Juan Garces e Baltasar Garzón, entre outros grandes nomes do direito internacional

Maiores juristas do mundo alertam o Brasil: decisão da ONU sobre Lula tem que ser cumprida na íntegra
Maiores juristas do mundo alertam o Brasil: decisão da ONU sobre Lula tem que ser cumprida na íntegra

247 – Os maiores juristas internacionais acabam de enviar uma carta ao Supremo Tribunal Federal, ao Tribunal Superior Eleitoral, ao Itamaraty e ao Ministério da Justiça com um importante alerta: a decisão do Brasil de ignorar o Comitê de Direitos Humanos da ONU apenas reforça a certeza de que o ex-presidente Lula vem tendo seus direitos violados e de que a eleição presidencial sem a sua participação é uma gigantesca fraude.

Assinam o documento professores como William Bourdon, Luigi Ferrajoli, Juan Garces e Baltasar Garzón, das universidades mais renomadas do mundo, entre outros grandes nomes do direito internacional. No texto, eles afirmam que o Brasil está obrigado a cumprir integralmente a decisão do Comitê de Direitos Humanos da ONU. Leia, abaixo, a íntegra:

Ao vivo na TV 247 Youtube 247