Maioria do país já não confia em Bolsonaro: 51%

Pesquisa Ibope feita entre os dias 20 e 23 de junho, antes do escândalo do avião presidencial flagrado com 39kg de cocaína, aponta também que o governo Bolsonaro tem aprovação de 32% e reprovação de 32%; 48% desaprovam a maneira de governar do presidente, contra 46% que aprovam

www.brasil247.com - (Osaka - Japão, 27/06/2019) Presidente da República, Jair Bolsonaro, fala com a imprensa durante chegada ao hotel St. Regis.\rFoto: Alan Santos / PR
(Osaka - Japão, 27/06/2019) Presidente da República, Jair Bolsonaro, fala com a imprensa durante chegada ao hotel St. Regis.\rFoto: Alan Santos / PR


247 - Pesquisa Ibope encomendada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) feita entre os dias 20 e 23 de junho, antes, portanto, do escândalo do avião presidencial flagrado com 39 kg de cocaína, aponta que a avaliação positiva do governo Jair Bolsonaro sofreu queda, enquanto a negativa cresceu, e ainda que a maioria da população não confia no presidente. 

Os dados apontam aprovação de 32% ao governo (ante 35% em abril) e reprovação de 32% (31% na pesquisa anterior). De acordo com os números, 48% da população desaprova a maneira de governar do presidente, contra 46% que aprovam.

Sobre a confiança, a pesquisa revela que a maioria da população já não confia no presidente: 51%. Enquanto 46% responderam confiar e 3% não sabem ou não responderam. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Ibope ouviu 2 mil pessoas em 126 municípios.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email