Mandetta ironiza ameaça de Bolsonaro: "Estou dormindo"

Após ser questionado sobre as ameças de demissão por parte de Jair Bolsonaro, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, foi bem taxativo: "Eu estou dormindo", disse, parecendo bocejar ao telefone. "Amanhã eu vejo, tá?", complementou, antes de encerrar a ligação

Luiz Henrique Mandetta e Jair Bolsonaro
Luiz Henrique Mandetta e Jair Bolsonaro (Foto: ABr | PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, se esquivou dos recados de Jair Bolsonaro, após o ocupante do Planalto sinalizar que poderia demitir do governo quem está "se achando". Depois de questionado sobre a declaração, o titular da pasta foi direto: "Eu estou dormindo", disse, parecendo bocejar ao telefone. "Amanhã eu vejo, tá?", completou, antes de encerrar a ligação. A entrevista foi concedida ao jornal O Estado de S.Paulo. Atualmente são 11,2 mil confirmações de coronavírus e 487 mortes provocadas pela covid-19.

Bolsonaro disse a apoiadores que "algo subiu na cabeça" de alguns de seus subordinados, mas que a "hora deles vai chegar". "A minha caneta funciona", continuou, em frente ao Palácio da Alvorada.

"Algumas pessoas no meu governo, algo subiu a cabeça deles. Estão se achando. Eram pessoas normais, mas de repente viraram estrelas. Falam pelos cotovelos. Tem provocações. Mas a hora deles não chegou ainda não. Vai chegar a hora deles. A minha caneta funciona. Não tenho medo de usara a caneta nem pavor. E ela vai ser usada para o bem do Brasil, não é para o meu bem", complementou.

Mandetta defende o isolamento social no enfrentamento ao coronavírus, enquanto Bolsonaro quer o confinamento apenas para idosos e para pessoas com doenças preexistentes, contrariando recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Em entrevista à Rádio Jovem Pan, na quinta-feira (2), Bolsonaro disse que falta "humildade" ao ministro.  

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email