Manobra de Toffoli em julgamento sobre segunda instância pode deixar Lula preso

Toffoli propõe uma espécie de condenação em 3ª instância, com prisão após a análise dos recursos pelo STJ. Decisão não beneficia Lula, pois ex-presidente já foi condenado pelo STF

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - O Supremo Tribunal Federal  (STF) retoma nesta quinta-feira (7) o julgamento sobre a constitucionalidade da prisão após condenação em segunda instância. O ministro Dias Toffoli já defendeu uma espécie de condenação em 3ª instância. Manobra não beneficia o ex-presidente Lula.

A terceira via proposta pelo presidente da Corte propõe a prisão após a análise dos recursos pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça). Se Toffoli voltar a defender tal tese, é esperado que isso crie um impasse no julgamento, com cinco votos a favor da segunda instância, cinco contrários e a hipótese do STJ defendida pelo ministro. Para tanto, deverá haver debate entre os ministros sobre qual posição deve prevalecer.

Leia mais na Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email