Mesmo atacado, Maia sinaliza estar fechado com Bolsonaro e contra o impeachment

Alvo de protestos fascistas nas últimas semanas, o presidente da Câmara deixou claro seu alinhamento com Jair Bolsonaro no dia em que juristas, movimentos sociais e partidos de esquerda pediram seu impeachment

Jair Bolsonaro e Rodrigo Maia
Jair Bolsonaro e Rodrigo Maia (Foto: Marcos Corrêa/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - No dia em que mais de 400 entidades da sociedade civil, além de personalidades públicas como juristas, políticos e os partidos de oposição PT, PCdoB, PSOL, PCB, PCO, PSTU e UP, entregaram um pedido de impeachment de Jair Bolsonaro à Câmara dos Deputados, o presidente da casa, Rodrigo Maia, publicou no Twitter uma mensagem de união com o chefe do Executivo.

"Muito importante a reunião hoje com o Presidente da República para a sanção do projeto de socorro a Estados e municípios nesta pandemia. A união de todos para o enfrentamento ao coronavírus é a sinalização mais importante", escreveu Maia.

Bolsonaro tem tentado acalmar os ânimos com o Congresso Nacional e governadores em um movimento para diminuir seu isolamento político. Mesmo sendo alvo de protestos bolsonaristas, Maia o acompanha.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247