Ministros com mandato deixarão governo para votar reforma da Previdência

Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Tereza Cristina (Agricultura), Marcelo Álvaro Antônio (Turismo) e Osmar Terra (Cidadania) voltarão para a Câmara dos Deputados para tentar aprovar reforma

(Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, confirmou nesta segunda-feira (8) que os quatro ministros do governo Bolsonaro que têm mandato na Câmara dos Deputados serão exonerados para votar a proposta de reforma da Previdência em plenário.

Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Tereza Cristina (Agricultura), Marcelo Álvaro Antônio (Turismo) e Osmar Terra (Cidadania).  Onyx e Terez Cristina são filiados ao DEM; Antônio é filiado ao PSL; enquanto Osmar Terra é do MDB.  

"Os ministros que têm mandato já estão liberados para participar da votação. O presidente entende que a presença deles em plenário há de reforçar a presença do governo em plenário no sentido de que a voz da Presidência é essencial para o futuro do nosso país", disse o porta-voz.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247