Moraes decide unificar inquéritos sobre ataques de Bolsonaro e milícias digitais

Inquérito sobre milícia apura atuação de grupo contra democracia e os ataques de Bolsonaro às urnas eletrônicas

www.brasil247.com -
(Foto: STF | Isac Nóbrega/PR)


247 - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes decidiu nesta terça-feira (10) que as investigações contra Bolsonaro sobre os ataques às urnas eletrônicas, e sobre a suposta atuação de uma milícia digital contra a democracia, serão feitas em conjunto, informou o G1. 

Moraes acatou pedido da Procuradoria Geral da República (PGR), que defendeu ser necessário juntar as duas investigações antes de decidir se denuncia Bolsonaro.

O compartilhamento de provas entre as duas investigações já havia sido permitido por Moraes, em fevereiro deste ano, após um pedido da Polícia Federal (PF) endossado pela Procuradoria Geral da República (PGR).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A denúncia contra Bolsonaro sobre os ataques aos sistema eleitoral foi aberto em 2021 após o mandatário ter disseminado fake news sobre as urnas durante uma live.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email