Moreira Franco acusa Dilma de manipulação

Aliado mais próximo do vice-presidente Michel Temer e cotado para participar de um eventual governo do peemedebista, ex-ministro da Aviação Civil da própria Dilma disse neste domingo (1°) que discurso da presidente é manipulador e propaganda enganosa; ele negou que um possível governo Temer restringirá o Bolsa Família, programa de transferência de renda do governo federal, aos 5% mais pobres da população

Aliado mais próximo do vice-presidente Michel Temer e cotado para participar de um eventual governo do peemedebista, ex-ministro da Aviação Civil da própria Dilma disse neste domingo (1°) que discurso da presidente é manipulador e propaganda enganosa; ele negou que um possível governo Temer restringirá o Bolsa Família, programa de transferência de renda do governo federal, aos 5% mais pobres da população
Aliado mais próximo do vice-presidente Michel Temer e cotado para participar de um eventual governo do peemedebista, ex-ministro da Aviação Civil da própria Dilma disse neste domingo (1°) que discurso da presidente é manipulador e propaganda enganosa; ele negou que um possível governo Temer restringirá o Bolsa Família, programa de transferência de renda do governo federal, aos 5% mais pobres da população (Foto: Realle Palazzo-Martini)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Mariana Branco - Repórter da Agência Brasil

Aliado mais próximo do vice-presidente Michel Temer e cotado para participar de um eventual governo dele, Moreira Franco criticou neste domingo (1°), nas redes sociais, o discurso da presidenta Dilma Rousseff em ato do Dia do Trabalho promovido pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) no Vale do Anhangabaú, em São Paulo. Segundo Moreira Franco, Dilma “insiste na manipulação e na propaganda enganosa”.

Moreira Franco negou que um possível governo Temer restringirá o Bolsa Família, programa de transferência de renda do governo federal, aos 5% mais pobres da população. “A proposta da Travessia Social [programa de Michel Temer para a área social caso assuma a Presidência] é manter o Bolsa Família para todos! E melhorar para os 5% mais pobres”, afirmou.

Ele criticou ainda o momento escolhido por Dilma para anunciar um reajuste no Bolsa Família, que será de 9%. “O último aumento dado pelo governo foi em junho de 2014, véspera das eleições e sem considerar a inflação. E só agora anuncia um novo reajuste. O povo não é bobo.”

Além do Bolsa Família, a presidenta Dilma anunciou correção de 5% na tabela do Imposto de Renda Pessoa Física.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247