Morte de General Villas Boas é tratada como questão de tempo entre bolsonaristas

O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) postou em seu twitter uma mensagem lamentando a morte de Villas Boas, mas o hospital Sírio Libanês desmente a informação

General Eduardo Dias da Costa Villas Boas
General Eduardo Dias da Costa Villas Boas (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Portal Forum - Aos 67 anos, o General Eduardo Villas Boas, que durante os governos de Dilma Roussef e  Michel Temer foi Comandante do Exército Brasileiro, está internado no hospital Sirio Libânes de Brasília e em grupos de whatsapp de bolsonaristas alguns membros já afirmam que ele pode ter morrido. O deputado federal Daniel Silveira (PSL_RJ) postou no Twitter lamentando a sua morte: “Hoje perdemos um herói nacional.” O hospital Sírio Libanês divulgou boletim médico às 10h24 informando que ele fez uma traquiostomia nesta noite, mas que seu quadro é estável desde então.

Quando ainda estava à frente do Exército, Villas Boas foi acometido de uma disfunção degenerativa no neurônio motor, a Esclerose Lateral Amiotrórica, e há algum tempo respirava por aparelhos e não conseguia caminhar.

Leia a íntegra no Portal Forum

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247