'Morte de Marielle não afeta intervenção no Rio', diz ministro da Justiça

O ministro da Justiça, Torquato Jardim, afirmou nesta quinta-feira, 15, que a intervenção militar no Rio de Janeiro não sofrerá alterações por conta do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL).; "A morte da vereadora não afeta a intervenção federal no Rio", afirmou Jardim; ministro classificou o crime como "inominável tragédia"; em nota, o interventor federal na segurança no Rio, general Braga Netto, se solidarizou com as famílias e amigos da vereadora e disse "acompanha o caso em contato permanente com o Secretário de Estado de Segurança [o também general do Exército Richard Fernandez]"

 Torquato Jardim
 Torquato Jardim (Foto: Aquiles Lins)

247 - O ministro da Justiça, Torquato Jardim, afirmou nesta quinta-feira, 15, que a intervenção militar no Rio de Janeiro não sofrerá alterações por conta do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL). 

"A morte da vereadora não afeta a intervenção federal no Rio", afirmou Jardim em São Paulo, após debate sobre corrupção no Fórum Econômico Mundial para a América Latina. 

O ministro classificou o crime como "inominável tragédia" e disse que prefere não arriscar nenhuma hipótese para o crime. Torquato Jardim disse que que é preciso fazer investigações minuciosas antes de levantar qualquer hipótese.

Em nota, o interventor federal na segurança no Rio, general Braga Netto, se solidarizou com as famílias e amigos da vereadora. Ele afirma que "repudia ações criminosas como a que culminou na morte da vereadora Marielle Franco e de Anderson Pedro Gomes [que dirigia o carro]" e "acompanha o caso em contato permanente com o Secretário de Estado de Segurança [o também general do Exército Richard Fernandez]".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247