Mourão critica o STF: "falta cada um entender o tamanho da sua cadeira”

Vice-presidente, Hamilton Mourão, criticou o STF em função da decisão do ministro Alexandre de Moraes que suspendeu a posse de Alexandre Ramagem para o cargo de diretor-geral da Polícia Federal. Segundo ele, o que falta no país “é cada um entender o tamanho da sua cadeira”

Vice-presidente Hamilton Mourão
17/04/2020
REUTERS/Ueslei Marcelino
Vice-presidente Hamilton Mourão 17/04/2020 REUTERS/Ueslei Marcelino (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, criticou o Supremo Tribunal Federal (STF) em função da decisão do ministro Alexandre de Moraes que suspendeu a posse de Alexandre Ramagem para o cargo de diretor-geral da Polícia Federal. Segundo Mourão, “ a Constituição é clara e coloca que os Poderes são independentes e harmônicos” e o que falta no país “é cada um entender o tamanho da sua cadeira”. 

As afirmações de Mourão foram feitas nesta quinta-feira (7), durante uma live que contou com a participação do presidente do Instituto Brasil 200, Gabriel Kanner. Mourão disse, ainda, que interferências do Judiciário e do Legislativo são registradas desde outros governos e que cada Poder tem sua responsabilidade de limites. Ainda segundo ele, “às vezes falta entender que o poder público exauriu sua capacidade de atender os problemas do País, pois está sem recursos”.

Ele também criticou o ex-ministro da Justiça Sergio Moro por crer que “discussões no seio do governo devem continuar ali”, sem serem levadas ao conhecimento público. “Quando expõe diálogos internos do governo, isso não é bom”, disse. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247