Mourão é aconselhado por aliado a renunciar, diz jornal

O vice-presidente avalia que sua saída do governo abre caminho para o impeachment de Bolsonaro, visto que Lira, responsável por pautar os pedidos de impeachment, seria a figura na linha sucessória para substituir o atual ocupante do Planalto

www.brasil247.com -
(Foto: ABr)


247 - O vice-presidente, Hamilton Mourão (PRTB), foi aconselhado por um general da reserva muito próximo a ele a renunciar ao cargo, segundo Caio Junqueira, da CNN Brasil. Para Mourão, ainda não é o momento para deixar o governo, mas o vice avalia a possibilidade.

De acordo com interlocutores, uma eventual renúncia ganhou força desde que Jair Bolsonaro disse que Mourão atrapalha o governo, comparando-o com um cunhado indesejado. Ao saber da declaração do chefe do governo, o vice ficou indignado.

Mourão planeja ter nos próximos dias uma conversa a sós com Bolsonaro para demonstrar seu incômodo.

O vice analisa que sua renúncia poderia abrir caminho para o impeachment, já que a cadeira da presidência passaria, sem a presença de Mourão, para o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), que também é responsável por pautar os pedidos de impeachment.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email