Mourão nega ação militar na Venezuela e diz que Brasil não entrará em aventura

O vice-presidente Hamilton Morão disse na Colômbia que a posição brasileira na reunião dos países que integram o Grupo de Lima será a de manter a linha de não intervenção na Venezuela; o Brasil vai argumentar entre os países do grupo que uma pressão diplomática é melhor que um ataque irracional; de maneira reservada, militares brasileiros reforçam que uma intervenção militar na Venezuela criará instabilidade na região 

www.brasil247.com - Mourão nega ação militar na Venezuela e diz que Brasil não entrará em aventura
Mourão nega ação militar na Venezuela e diz que Brasil não entrará em aventura (Foto: REUTERS/Adriano Machado)


247 - O vice-presidente Hamilton Morão disse na Colômbia que a posição brasileira na reunião dos países que integram o Grupo de Lima será a de manter a linha de não intervenção na Venezuela. O Brasil vai argumentar entre os países do grupo que uma pressão diplomática é melhor que um ataque irracional. De maneira reservada, militares brasileiros reforçam que uma intervenção militar na Venezuela criará instabilidade na região. 

A reportagem do site G1 destaca a fala de Mourão: "vamos manter a linha de não intervenção, acreditando na pressão diplomática e econômica para buscar uma solução. Sem aventuras".

E acrescenta: "a posição brasileira será um contraponto de um eventual movimento dos Estados Unidos em defesa de intervenção na Venezuela. Ao Brasil não interessa um conflito armado num país vizinho. Questionado sobre a sinalização dos EUA em defesa da intervenção, Mourão reconheceu o movimento americano neste sentido."

Sobre os próximos passos, a matéria ainda informa: "a reunião em Bogotá acontece dois dias depois da tentativa de envio de ajuda humanitária à Venezuela pelas fronteiras do Brasil e da Colômbia. O Grupo de Lima é formado por 14 países das Américas. Destes, apenas o México não reconhece o opositor Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela. Guaidó participará do encontro de cúpula, que também terá a presença do vice-presidente dos EUA, Mike Pence."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email