MP deve denunciar Flávio Bolsonaro e Queiroz nesta sexta-feira por peculato e organização criminosa

De acordo com o Ministério Público do Rio de Janeiro, enquanto deputado na Alerj, Flávio Bolsonaro comandou esquema criminoso para a prática de rachadinha

Flávio Bolsonaro e Fabrício Queiroz
Flávio Bolsonaro e Fabrício Queiroz (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado | Divulgação/Polícia Civil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Ministério Público deve denunciar o senador Flávio Bolsonaro nesta sexta-feira (26) no esquema da rachadinha. As acusações serão de peculato, organização criminosa e improbidade administrativa, segundo a revista Veja.

Para o MP, Flávio comandava, enquanto deputado estadual na Alerj, uma estrutura montada para a prática de rachadinha, ou seja, para desviar parte do salário de servidores públicos de seu gabinete.

Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio preso na última quinta-feira (18), também será denunciado por improbidade e por participar a organização criminosa. Queiroz é apontado como operador financeiro do esquema de rachadinha.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247