No Congresso, Bolsonaro diz que errou no passado ao votar contra reforma

Ao entregar o projeto de reforma da Previdência ao Congresso, o presidente Jair Bolsonaro disse que errou no passado ao não apoiar as propostas feitas por governos anteriores sobre o assunto; "Temos que juntos mostrar, não para o mundo, mas para nós mesmos, que erramos no passado. Eu errei no passado e temos a oportunidade ímpar de realmente garantir para as futuras gerações uma previdência onde todos possam receber", disse 

No Congresso, Bolsonaro diz que errou no passado ao votar contra reforma
No Congresso, Bolsonaro diz que errou no passado ao votar contra reforma (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

247 - Ao entregar o projeto de reforma da Previdência ao Congresso, um dos principais pontos da política econômica de seu governo, o presidente Jair Bolsonaro disse que errou no passado ao não apoiar as propostas feitas por governos anteriores sobre o assunto.

"Temos que juntos mostrar, não para o mundo, mas para nós mesmos, que erramos no passado. Eu errei no passado e temos a oportunidade ímpar de realmente garantir para as futuras gerações uma previdência onde todos possam receber", disse Bolsonaro durante uma reunião fechada que manteve com representantes da Câmara e do Senado, segundo o jornal Folha de S. Paulo.

Em 2018, Bolsonaro afirmou que votaria de forma contrária à reforma proposta por Michel Temer. Anteriormente, ele também se posicionou contra as mudanças sugeridas pelos governos de Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva.

Bolsonaro destacou, ainda, que o projeto poderá ser aperfeiçoado pelo Congresso. "Contamos com a competência, com o patriotismo e com o compromisso dos senhores de salvar o Brasil economicamente. Nós não temos outra saída, obviamente o projeto vai ser aperfeiçoado pelos senhores e pelas senhoras", disse.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247