Nome de Amorim ganha força para ser vice de Lula ou disputar o governo do Rio

Perseguição judicial contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a recente operação contra o ex-governador da Bahia Jaques Wagner deram força ao nome do ex-chanceler Celso Amorim para que venha a disputar o governo do Rio de Janeiro ou mesmo vir a ser o vice em uma chapa presidencial encabeçada por Lula; como não teve o nome citado em casos de corrupção ou desvios, Amorim também pode vir a assumir a cabeça de chapa na eventualidade de Lula ser impedido de disputar o pleito de outubro por via judicial

Perseguição judicial contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a recente operação contra o ex-governador da Bahia Jaques Wagner deram força ao nome do ex-chanceler Celso Amorim para que venha a disputar o governo do Rio de Janeiro ou mesmo vir a ser o vice em uma chapa presidencial encabeçada por Lula; como não teve o nome citado em casos de corrupção ou desvios, Amorim também pode vir a assumir a cabeça de chapa na eventualidade de Lula ser impedido de disputar o pleito de outubro por via judicial
Perseguição judicial contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a recente operação contra o ex-governador da Bahia Jaques Wagner deram força ao nome do ex-chanceler Celso Amorim para que venha a disputar o governo do Rio de Janeiro ou mesmo vir a ser o vice em uma chapa presidencial encabeçada por Lula; como não teve o nome citado em casos de corrupção ou desvios, Amorim também pode vir a assumir a cabeça de chapa na eventualidade de Lula ser impedido de disputar o pleito de outubro por via judicial (Foto: Paulo Emílio)

247 - A perseguição judicial contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a recente operação contra o ex-governador da Bahia Jaques Wagner deram força ao nome do ex-chanceler Celso Amorim para que venha a disputar o governo do Rio de Janeiro ou mesmo vir a ser o vice em uma chapa presidencial encabeçada por Lula.

Como não teve o nome citado em casos de corrupção ou desvios, Amorim também pode vir a assumir a cabeça de chapa na eventualidade de Lula ser impedido de disputar o pleito de outubro por via judicial. Por outro lado, Amorim também vem participando de eventos e debates acerca dos problemas do Rio de Janeiro e o lançamento de sua pré-candidatura estava marcado para o dia 12 deste mês, mas acabou sendo aduada para o início de abril.

Amigo de Lula, Amorim foi ministro da Defesa e das Relações Exteriores. E, atualmente, atua como um dos principais articuladores do movimento em defesa da candidatura do ex-presidente. Esta articulação fez com que Amorim participasse das caravanas realizadas por Lula por diversos estados do a Nordeste, além de Minas Gerais e do Rio de Janeiro, tornando o seu nome mais conhecido pelo eleitorado.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247