Novos casos de nepotismo atingem Fernando Bezerra

Ministro da Integrao Nacional tinha sob seu comando o pai e o tio de sua nora, lotados em cargos de confiana

Novos casos de nepotismo atingem Fernando Bezerra
Novos casos de nepotismo atingem Fernando Bezerra (Foto: DIDA SAMPAIO/AGÊNCIA ESTADO)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Novas denúncias da prática de nepotismo atingiram o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, acusado de aparelhamento político e favorecimento do seu Estado, Pernambuco, na partilha de recursos da Pasta. Além do irmão, Clementino Coelho, que só ontem saiu da presidência da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), e do tio, Osvaldo Coelho, membro do comitê de irrigação, conforme noticiou ontem o jornal O Estado de S. Paulo, ele tinha sob seu comando o pai e o tio de sua nora, lotados em cargos de confiança, segundo revelou a Folha de S. Paulo.

Antônio de Pádua Kehrle, pai de Laura Kehrle, mulher do deputado Fernando Coelho Filho (PSB-PE), filho do ministro, ocupava até 30 de dezembro a coordenação estadual do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) em Pernambuco. Ele disse que estava no cargo desde abril de 2010, quando Bezerra ainda não era ministro e pediu exoneração logo após o casamento da filha, mas a substituição demorou "por problemas burocráticos".

Tio de Laura e aliado de Bezerra há mais de vinte anos, Iran Padilha Modesto foi nomeado em maio de 2011 como representante do Ministério da Integração em Pernambuco. Sem tarefas definidas ele dedica a maior parte do tempo aos interesses do ministro em Petrolina, berço político do clã. Ele não retornou as ligações para comentar a denúncia. O ministro também não se manifestou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email