O “Ermitão” derrotou Marconi

Graças a Alcides Rodrigues, o governador de Goiás está na lama politicamente

A crise política que assola o Palácio das Esmeraldas, no governo Marconi Perillo do PSDB, não deve acabar tão cedo se o tucano não “Pedir para sair” como gritou os milhares de jovens do Movimento Fora Marconi, nas ruas de Goiânia. A CPMI deve colocá-lo para fora do palácio ou em 2014 o povo goiano se encarregará de fazer nas eleições. Mas diante todas as denúncias contra o atual governo, como podemos analisar a queda tão repentina de quem sonhava ser reeleito em 2014? Quem foi culpado pela derrocada do menino de Palmeiras?

Desde 1998, quando Marconi derrotou Iris Rezende pela primeira vez, o tucano sempre tripudiou sobre o dono do PMDB de Goiás. Com a máquina estadual nas mãos, atropelou Iris, Maguito e ainda elegeu seu sucessor Alcides Rodrigues. Durante todo esse tempo, Marconi sempre deus as cartas, mas em seu caminho estava Alcides Rodrigues, que logo de cara deu um chega pra lá no tucano.

Isso causou um imenso abalo no ego de Marconi Perillo, que não aceitava de maneira alguma que o seu vice, na época governador, não obedecesse cegamente suas ordens. Foi assim o início da queda marconista, porque desde então o PMDB, pior inimigo dele, nunca tinha abalado o poderio do tucano. O rompimento de Alcides e Marconi foi fundamental para a situação que o inquilino do Palácio das Esmeraldas chegasse ao fundo do poço atualmente.

Mas como assim o Alcides derrotou Marconi? O Plano era perfeito, Alcides foi eleito com apoio de Marconi, assumiria todas as orgias feitas com a viúva nos primeiros governos marconistas. E estenderia um tapete vermelho para a volta de Marconi em 2010. Só que para o bem de Goiás, Alcides não topou a parada. Mostrou para Goiás o rombo que Marconi fez nas contas do Estado e apoiou as candidaturas de Vanderlan e Iris no segundo turno.

Com esse chega pra lá de Alcides, pra não se ver por baixo e continuar achando que era o imperador de Goiás, Marconi foi obrigado a vender a alma pro diabo (ops Cachoeira), fazendo uma campanha milionária nunca vista antes na história da política goiana. Hoje está explicado como Marconi venceu as máquinas dos governos: federal, estadual, da capital e das maiores cidades do Estado. Ele não tinha as máquinas governamentais, mas máquinas do Cachoeira. A vitória de 2010, por pouco mais de 200 mil votos, foi uma vitória do Cachoeira. Como ele mesmo disse: “Eu coloquei o Marconi lá”.

Então graças ao “Ermitão” (apelido pejorativo que os marconistas deram para o ex-governador Alcides Rodrigues) Marconi Perillo está na lama politicamente e isso não tem nada a ver com vingança do presidente Lula e outras lorotas que os tucanos tentam explicar a grana do Cachoeira na campanha. Alcides Rodrigues sim fez o primeiro Fora Marconi, ao proibir que o tucano continuasse a orgia com viúva. Graças a esse ato de Alcides, o povo goiano conheceu Marconi Perillo como o pior governador a história do Estado de Goiás. 

Alexandre Braga é jornalista

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247