O Kassab que inaugura é o mesmo Kassab que destrói

Prefeito de So Paulo tem tudo pronto para reinaugurar um teatro no Itaim, que ele mesmo avisou que ser demolido

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Marco Damiani _ 247 - A prefeitura de São Paulo está expedindo convites para a reinauguração do teatro Décio de Almeida Prado, no chamado “quarteirão da cultura”, no bairro do Itaim. Ele estava fechado para reformas que custaram, em duas etapas, R$ 605 mil. O telhado, parte do piso, da cenotecnia e os aparelhos de som foram renovados. O teatro ganhou um novo piano de cauda. Mas, apesar do anúncio da reinauguração estar em convites impressos pelo cerimonial da secretaria da Cultura, é muito provável que o prefeito Gilberto Kassab não apareça para a reabertura, marcada para esta sexta-feira, 19h00. Pelo medo de sofrer constrangimentos.

Dez dias atrás, o mesmo Kassab anunciou que o equipamento será demolido, assim como todos os outros presentes na área de 22 mil metros quadrados que ele já tem autorização da Câmara Municipal para desapropriar. A construtora JHSF, do empresário José Auriemo, já está realizando estudos, sob autorização da Prefeitura, para compensar uma provável vitória em processo licitatório com a instalação de creches municipais em outros bairros. Com isso, Kassab teme ser pressionado pelos moradores da região, que certamente irão à reinauguração para protestar contra a decisão anunciada.

“Nosso sentimento é de indignação por essa perversidade que o prefeito está cometendo com o bairro e os moradores da região”, diz o presidente da associação dos moradores do Itaim Bibi, Marcelo Motta. “Apoiamos todas as ações judiciais e organizaremos novas manifestações contra essa iniciativa”. Uma abaixo-assinado com cerca de 20 mil nomes foi feito para exigir que a Prefeitura suspenda a decisão de desapropriar o quarteirão. Nele, além do teatro Décio de Almeida Prado, há uma creche, uma escola municipal, um posto de saúde e uma biblioteca. Todo o conjunto pode ser vendido por R$ 200 milhões.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email