O ônibus de Kassab virou kombi

A expectativa do prefeito de fundar o PDB com 60 deputados naufragou, mas mesmo assim ir pilotar novo partido; Afif vai na janelinha



O prefeito Gilberto Kassab queria fundar um partido ônibus, para levá-lo junto a pelo menos 60 deputados federais à condição de candidato a governador de São Paulo, em 2014. Mas ele terá de se contentar em circular num partido kombi. Tudo já está acertado para a fundação do PDB – Partido da Democracia Brasileira, mas com um número inicial de filiados muito menor do que a primeira expectativa. O vice-governador Guilherme Afif Domingos, que se adiantou ao próprio Kassab e admitiu hoje pela manhã que também está de saída do DEM para entrar no PDB, irá na janelinha.

Kassab procurou manter a expectativa até a última hora, mas Afif hoje cedo, após cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, disse que só faltam alguns detalhes para o anúncio oficial da saída do prefeito do DEM para fundar o PDB. “Pode ser amanhã, vou combinar com ele hoje”, disse o vice-governador. "Agora, é uma questão de definição e não é mais hipótese". Horas mais tarde, à saída do Consulado do Japão, onde assinou o livro de condolências pela tragédia do terremoto, Kassab tentou desmentir os jornalistas. “Não, ele não disse isso”. Mas disse. Após ouvir a declaração, o prefeito recuou. "Isso é um fato importante e relevante da nossa conversa", afirmou, ainda numa linguagem meio cifrada.

O fato é que Kassab e Afif irão mesmo tocar o PDB, o primeiro ao volante, o segundo ao seu lado. Ambos, assim, escapam da lei da infidelidade partidária, que permite a saída para uma nova agremiação sem perda de mandato, e já têm tudo acertado com o governador de Pernambuco Eduardo Campos, chefe do PSB, para se filiarem ao partido a tempo de o prefeito concorrer ao Palácio dos Bandeirantes em 2014. A ex-prefeita Luiza Erundina, deputada federal melhor votada pelo PSB, irá deixar a legenda, em protesto. O governador Geraldo Alckmin é outro que ganhou um problema adicional com as manobras da dupla Kassab-Afif.

Com informações da Agência Estado

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

fonte: Agência Estado

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email